#nowplaying: 5 músicas que fizeram falta nos shows que eu fui


A.k.a. “nenhum show é perfeito (apesar de alguns chegarem muito, muito perto)”.

aju

Pra quem vem de uma cidade tipo Aracaju, que pode ter uma vista que nem a da foto acima, MAS recebeu seu último show internacional grande em 1991 —a-ha, a saber–, ultrapassar a marca de dez deles é bem emocionante.
[matchbox twenty – how far we’ve come.mp3]

sp
oi, SP

Ainda que o da minha artista preferida tenha sido um pocket show, ainda que tenha MUITO a ser riscado da bucket list no futuro… tudo até agora valeu a pena.
O que não quer dizer que tenha sido tudo perfeito. Eu acompanho todos esses artistas há muito tempo e naturalmente algumas das minhas favoritas ficaram de fora das setlists, então resolvi separar os casos mais dramáticos.

#1 Bon Jovi – I’ll Be There For You (RJ, 2010)

O meu show do Bon Jovi foi maravilhoso? Foi sim. Teve a minha música preferida do Crush (Just Older ♥), que eu sonhava em ver ao vivo mas achei que era uma long shot porque nunca foi single nem nada. Ainda tinha Richie Sambora na banda. Me fez começar a gostar de verdade de Lost Highway.
Mas não teve I’ll Be There For You.
Não teve. Um dos maiores clássicos da banda.
A título de comparação, o show de SP, na noite anterior a esse, teve cinco músicas a mais na setlist, incluindo a própria.
Nunca vou esquecer o coro triste da pista premium, que cantou essa música do começo ao fim várias vezes desde que eles saíram do palco pela primeira vez e não teve resposta em nenhum dos dois bis.

#2 Simple Plan – Kiss Me Like Nobody’s Watching (SP, 2016)

Vamo lá: o show do Simple Plan beirou a perfeição. Foi DE LONGE a banda que mais me animou, eles são ótimos ao vivo, a setlist era um belo passeio pela carreira e pelo álbum mais recente e, meu deus do céu, eu tava muito perto.
Kiss Me Like Nobody’s Watching não foi single nem nada, mas vinha sendo tocada em todos ou quase todos os shows da turnê –e é uma das mais legais do Taking One For The Team. Até que, chegando aqui, eles esqueceram a música em churrasco™ pra tocar o single Perfectly Perfect, que é bonito mas bem paradão. O oposto da música que saiu. Se é pra incluir uma balada vamo incluir Astronaut por favor.
E também tiraram o meu hino This Song Saved My Life, o que só não me deixou MAIS triste porque colocaram a clássica Untitled no lugar.

#3 The Pretty Reckless – Miss Nothing (SP, 2017)

Ok que a setlist tem aproximadamente 0 músicas ruins e todo aquele final com Heaven Knows, Going to Hell, Take Me Down e Fucked Up World é de matar.
Mas dá pra acreditar que essa música não entrou?
MISS NOTHING não entrou. Assim como não tem entrado em nenhum show da turnê atual.
Eu não sei nem o que dizer. Francamente, Taylor Momsen… já não bastava tirar Goin’ Down?

#4 Gabrielle Aplin – Light Up The Dark (SP, 2016)

Eu poderia citar Human, What Did You Do? e November, que são minhas favoritas da Gabby? Sim. Mas elas nunca foram singles, e Light Up The Dark foi.
Já que a Gabby veio sem a banda pra acompanhar e fez um show acústico, obviamente houve várias mudanças (Sweet Nothing, apesar de ainda boa, ficou irreconhecível) e uma delas foi que essa música não entrou.
Continuo no aguardo do show completo como deve ser.

#5 Nightwish – Nemo (SP, 2015)

Ok, pessoalmente, pra mim fizeram mais falta as mais novas: Alpenglow, do Endless Forms Most Beautiful, e Song of Myself, do Imaginaerum (imagina ela em combo com Ghost Love Score e Greatest Show On Earth). E faz um bom tempo que eles não tocam Nemo em todo show.
MAS MESMO ASSIM é bem estranho quando o provável maior sucesso comercial da banda fica de fora… uma parte de você sai de lá sentindo que faltou algo.

BÔNUS: Capital Inicial – Primeiros Erros (Aracaju, 2012)

A gente sabe que na verdade o que importa em um show do Capital Inicial é Natasha. E essa não faltou.
Mas, quando uma banda do nível deles gasta metade da setlist com covers e “esquece” seu maior clássico, tem algo bem errado.
Primeiros Erros deveria ser o bis, até que o Dinho decidiu fazer uma votação: “pessoal, ces querem essa ou Fogo?”. Ficou até equilibrado mas claramente a maioria não pediu Fogo… e foi a que eles tocaram mesmo assim.
Oh, well.

Anúncios

Obrigada por ler! Não quer deixar um comentário, não? :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s