Balanço do Mês: Fevereiro


Parabéns para mim! (Sim, também é um parabéns irônico por ter demorado mais de um mês pra postar isso.)

1 livro terminado. 1 livro começado.
começados e terminados: 5 livros, 2 quadrinhos e 1 conto.

Um Tal Lucas, do Cortázar, foi minha leitura da Argentina, e já falei dele no balanço de janeiro. Estou incluindo aqui porque terminei em fevereiro.
Sobre o que vou falar lá embaixo: li Memória de Minhas Putas Tristes, do García Márquez, para a Colômbia, e comecei Pedro Páramo, do Juan Rulfo, para o México. Só fui acabar o segundo em março, então não entra na conta de terminados de fevereiro, mas vou falar dele na parte da Volta ao Mundo.

balanco-jan-cortazar

Logo depois do livro da Argentina, li Para Todos Os Garotos Que Já Amei e P.S. Ainda Amo Você, da Jenny Han. Amei tanto os dois que já rolou post sobre eles. Então não vou me estender no assunto aqui.

jenny-han-featured

O único livro físico do mês foi Fale!, da Laurie Halse Anderson. Não sei nem colocar esse em palavras. O primeiro livro da autora é uma história sobre abuso e, desde sua publicação original, em 1999, ganhou diversos prêmios e se tornou meio que um clássico moderno. E isso tem uma série de motivos, desde a importância de se discutir o tema à forma brilhante com que ele foi escrito e ao retrato fiel que faz dos adolescentes.
A história é construída de uma forma muito específica e tem linguagem fácil, até infantil, devido à narradora. Melinda, de 14 anos, sofreu abuso sexual há alguns meses, mas ninguém sabe disso, inclusive porque no mesmo dia houve um incidente que a deu status de pária e a afastou de todas suas amigas. Agora, começando o ensino médio, a situação é a seguinte: Ela se fechou e não fala mais. As pessoas não falam com ela — com exceção da novata e do carismático David Petrakis. Ela sofre bullying. Suas notas começam a cair. O relacionamento com os pais já não é a mesma coisa.
É um momento muito difícil, que faz com que o começo do livro seja bem lento. Apesar de saber que isso faz parte da história que está sendo contada, foi o que achei negativo, porque parecia que a leitura não ia pra frente. Mas isso logo melhorou. O filme, de 2004, é bem fiel e complementa muito bem a leitura. Também foi provavelmente a melhor atuação que já vi de Kristen Stewart.

balanco-fev-fale

Também li Cicatrizes de Aço, segundo conto lançado pela Victoria Aveyard como parte da série A Rainha Vermelha. Se não me engano, ele entrou naquela coletânea Coroa Cruel, lançada logo antes do segundo livro da série pela Seguinte. Não gostei tanto desse segundo conto, pra falar a verdade. Dei três estrelas no Skoob/Goodreads porque gosto do universo e da escrita, e a leitura em si não foi ruim, mas fiquei com a impressão de que deveria ter sido mais longo ou melhor desenvolvido. Certas partes foram bem chatas, e, quando o final chega, você só consegue pensar “peraí… era só isso? vai acabar aqui?”. Bem diferente do excelente Canção da Rainha.

balanco-fev-cicatrizes

O último livro do mês foi 1 Milhão de Motivos para Casar, da Gemma Townley, irmã da Sophie Kinsella. Esse é o primeiro livro da série da Jessica Wild, e se eu soubesse disso antes talvez não tivesse lido ainda. Porque até mesmo a Record tem esse tipo de descaso de começar a publicar uma série e abandoná-la antes do fim e, apesar de este ter saído em 2015, não há nada que indique que eles vão continuar. Aguardemos.
Enfim… o livro conta a história de Jessica Wild, que trabalha em uma agência de Publicidade e não tem a menor intenção de se casar. Quer dizer, não até o momento em que recebe uma herança milionária de uma amiga idosa, mas não tem acesso a ela. Porque a amiga acha que ela é casada com o chefe Anthony Milton, um total ridículo, e deixa a herança para seu suposto ~nome de casada~. Então é claro que, contra toda sua vontade e todo seu bom senso, ela e a roommate bolam um plano mirabolante para ela de fato casar com o cara em menos de dois meses, pra não perder o direito à herança. E vai surpreendentemente bem.
Agora eu preciso dizer que achei divertidíssimo todo esse livro, exceto os momentos em que eu queria dar uns tapas na Jess (ou, principalmente, no Anthony). E também imaginei a maior parte dos ~plot twists~ lá pelo meio do livro, mas isso não diminuiu a experiência na hora que as coisas foram reveladas. Gostei bastante.

balanco-fev-jessica

Ganhei O livro dos domingos de preguiça de Calvin e Haroldo, coletânea de tirinhas do Bill Waterson, de aniversário de um amigo meu. PRETTY SPECIAL porque foi o único presente de aniversário que eu ganhei no dia (pois é) e porque eu nunca tinha lido um livro inteiro deles, apesar de gostar das tirinhas. Então resolvi ler logo, e acontece que é bem divertido.

balanco-fev-calvin

Eu já queria ler Gata Garota há um tempo, mas fiquei adiando. Resolvi ler no fim do mês pelo Social Comics porque finalmente recebemos uma previsão em relação a Estranhos, projeto que a Fefê Torquato lançou no Catarse no ano passado. Houve vários problemas, mas parece que agora tá dando tudo certo pra ela.
Sobre este, é uma história bem maluca. Um pouco confusa no começo também, particularmente as transformações rapidíssimas da Gigi, mas com o tempo te envolve bastante. Dá pra ler bem fácil de uma “sentada” só. Pelo menos foi assim comigo.
Gostei um bocado da Fefê-personagem humana, morri de rir com o namorado confuso e reconheci bem o português do Sul no jeito que a Fefê-de-verdade escreve, o que considero um ponto positivo. Mas a arte… a arte é maravilhosa. Sensacional. A melhor parte deste livro. Sério, a arte!!!

balanco-fev-lidos

2 quadrinhos comprados. 1 livro e 1 quadrinho que ganhei de presente.

O que chegou no fim de janeiro e no começo de fevereiro: The Umbrella Academy: Dallas, Underworld, Felizes Para Sempre, O Chamado do Cuco e O Bicho-da-Seda, e O Último Olimpiano (que pedi pra minha irmã e já mandei pra ela).

balanco-fev-compras-jan

Comprei o primeiro volume da Ms. Marvel com a Kamala, Ms. Marvel: Nada Normal, em capa dura, e a edição BR do Edge of Spiderverse, primeiro volume do Aranhaverso. Mas fevereiro também foi meu aniversário! Ganhei do meu amigo O livro dos domingos de preguiça de Calvin e Haroldo, coletânea de tirinhas dominicais da dupla, e do meu pai Razão e Sensibilidade, mais uma parte daquela coleção da Jane Austen que eu pretendo completar algum dia e próximo livro da autora que eu devo ler.

balanco-fev-compras-presentes

Volta ao Mundo: Colômbia e México

Talvez eu já tenha dito, quando falei do livro da Argentina, que não costumo ler livros cujo original seja em espanhol. Livros da América Latina, por exemplo, só os próprios brasileiros. E não é nem como se escolhesse com base nisso — ou como se faltasse oportunidade. Então é por quê?
Não sei. Essa é uma das coisas que pretendia descobrir com a Volta ao Mundo, mas acabei não chegando a conclusão alguma. Por outro lado, entendi um pouquinho sobre o porquê de o García Márquez ser tão idolatrado. Desde o título até o fim do livro, Memória de Minhas Putas Tristes não faz nem um pouco o meu estilo. O protagonista e narrador, um pedófilo que vive encontrando desculpas pra si mesmo, é detestável. O autor QUER que você o odeie. Então não posso dizer que foi uma leitura exatamente fácil, mas é um livro razoavelmente curto e excelente — apesar de agoniante.

Li os dois em eBook e já tinha excluído os arquivos na hora de tirar as fotos do post, então catei as capas oficiais mesmo.
Li os dois em eBook e já tinha excluído os arquivos na hora de tirar as fotos do post, então catei as capas oficiais mesmo.

Meu livro do México foi Pedro Páramo, do Juan Rulfo, e demorei MUITO pra terminar a leitura. Cerca de um mês inteiro. Ele é mais próximo do meu estilo: mexe com o sobrenatural e boa parte da história é contada em flashback por fantasmas. Mas isso não é marcado, nem os capítulos. A disposição dele é confusa e você tem que estar 100% concentrado no livro (não só no que está lendo, mas ter uma memória boa do que se passou antes) pra não se perder. É ideal, então, que seja uma leitura rápida, e não foi isso o que aconteceu comigo, por vários motivos. Perdi boa parte do impacto, e provavelmente da compreensão, da história, o que fez com que ele fosse “just ok” pra mim no fim das contas.
Talvez deva reler depois pra aproveitar completamente.

No mais…

• Foi meu aniversário de 24 anos — e rolou RBD no karaoke. (Mas também rolou Nightwish e Sonata Arctica e Within Temptation e Angra e Backstreet Boys e Taylor e mais coisas maravilhosas e foi bem feliz.)
• O TVShowTime diz que vi 31h de séries, minha melhor marca desde as 40h de agosto passado. Dá pra conferir aqui.
• Também voltaram as aulas e passei o maior estresse dos últimos tempos com a faculdade. Com a matrícula, mais especificamente. Se você estiver lendo isso e estiver no Ciclo Básico de Letras da USP, NÃO escolha habilitação única sob hipótese alguma. A não ser que você esteja com disposição de passar raiva durante os próximos 4-10 anos.
• Gravei um vídeo de gameplay com ozamigo, como falei no balanço de janeiro por algum motivo (sério, foi gravado em fevereiro, Jéssica Do Passado). Ele ainda não viu a luz do dia por causa da edição — e do editor. Mas assim que for possível pretendo compartilhar o link por aqui.

concentrados

Então é isso. Prometo não atrasar tanto o balanço de março. Até mais! :)

Anúncios

3 comentários em “Balanço do Mês: Fevereiro

    1. Oi! :)
      O começo do ano foi bom, tinha mais folga. Agora que o rendimento tá caindo. hahahahahha
      Sobre o Calvin, sempre fui bem… negligente (?) com ele, mas é a minha favorita dessas tirinhas clássicas. Foi legal ler um livro inteiro delas pra variar.
      E eu acho sempre bom fazer um resumão, mesmo que dê trabalho (aprendi isso com o pessoal do ConversaCult). Especialmente quando você tá participando de algum desafio e tem certas metas pra cumprir, aí vai marcando seu progresso e tal.
      Valeu pela visita/comentário! Não sou a pessoa mais assídua em posts, mas tento fazer algo legal hahahaha :)

      Curtido por 1 pessoa

Obrigada por ler! Não quer deixar um comentário, não? :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s