Balanço do mês: Outubro


Outubro, também conhecido como “aquele mês em que eu não terminei nenhum livro físico, mas conheci Meg Cabot”.


E, como ainda estamos no clima de Dia do Saci/Halloween, vou soltando uma trilha sonora temática ao longo do post. Vamos lá.

4 livros começados e terminados. 1 começado e não terminado.

No começo do mês, minha única leitura completa foi o conto A Rainha, da Kiera Cass. É uma espécie de prequel da primeira parte da série A Seleção, contando a história da Seleção do Rei Clarkson pelo ponto de vista da Rainha Amberly. Ela é tão legal quanto esperamos que seja e muito, muito diferente da America. Estou contando separadamente porque ele é um eBook avulso – é um conto bem longo, mas não tão grande quanto um livro comum. O conto também faz parte da nova coletânea da Kiera, Felizes Para Sempre, que já foi lançada por aqui mas ainda não comprei.
Depois de passar boa parte do mês sem acabar nada – devido principalmente a ir dormir tarde demais e não ter o tempo de ler antes de dormir –, na última metade da última semana fiz bom uso do acesso aos eBooks da Record pelo Kindle. Li Abandono e Inferno, dois primeiros da trilogia Abandono da rainha Meg Cabot, e Fiquei Com O Seu Número, da Sophie Kinsella. Este último, quase inteiro de uma vez só.

A série da Meg é sobrenatural e tem como foco a vida da protagonista Pierce Oliviera uns dois anos depois de uma “experiência de quase-morte”. Bem entre aspas, porque ela de fato morreu afogada/congelada e foi ressuscitada. Deu até tempo de passar um tempinho no Mundo Inferior com John, guardião/protetor do lugar, que faz parte da vida dela em segredo desde então. Cerca de dois anos após o afogamento, a mãe de Pierce se muda de volta para a ilha de nome bem macabro (“Isla Huesos”, ilha dos ossos) onde ela nasceu, levando a filha junto. E aí todo tipo de coisa estranha começa a acontecer, é claro.

balanco-out-abandono

Eu gostei muito dos dois livros, estava com saudades de algo novo da Meg e ainda não tinha conseguido começar essa série. Só não emendei no terceiro porque ele foi lançado recentemente e aí não está no Unlimited. O único problema, na minha opinião, é em relação ao desenvolvimento do enredo do primeiro. Lembra como eu falei que Airhead é muito bem dosado nisso, sem enrolação demais nem correr demais? Pois é. O mesmo não acontece aqui. É bem menos linear, cheio de flashbacks de pedaços aleatórios que não fazem sentido até certo ponto da história. No segundo, isso já não acontece.

balanco-out-inferno

O livro da Sophie foi o primeiro dela que eu escolhi pra ler agora que tenho a oportunidade. É um chick-lit standalone lançado em 2012, e que não me deixou dormir. Porque não consegui largar até acabar.

A história é narrada pela fisioterapeuta Poppy Wyatt, que está prestes a se casar com um professor universitário rico, bonito, famoso etc chamado Magnus. Na saída da sua despedida de solteira (ou uma festa em que foi com as amigas em um hotel pra substituir a despedida de solteira pra algumas delas), ela percebe que não está mais com o anel de noivado. Ele não está em em lugar nenhum, pelo jeito. E ninguém sabe onde foi parar. E meio que é um anel de família que custa alguns milhões de libras. E, enquanto ela está do lado de fora do hotel fazendo ligações pra meio mundo, seu celular é roubado. Por sorte, uma moça tinha simplesmente jogado um celular no lixo dentro do hotel, então Poppy pega o aparelho e fica usando. Daí o (ex-)chefe da moça começa a mandar mensagens desesperadas e ligar, precisando da ajuda da assistente que, aparentemente, pediu demissão sem avisar. E nossa protagonista resolve ajudar o cara, desde que ele a deixe ficar com o celular até comprar um novo.

balanco-out-sophie

Você sabe como isso acaba. Você já viu comédias românticas suficientes pra saber o final do livro. Não tem problema. Eu também sabia. A graça de uma boa rom-com é justamente essa. E esse livro da Sophie é uma das boas, dividindo espaço com uma história de conspiração corporativa meio policial (?) bem interessante. Eu gostaria muito de ver isso no cinema em algum momento da minha vida. De preferência, logo. Os personagens são muito bons e parecem reais, apesar das situações absurdas em que se metem; é uma história atual, divertidíssima, que faz pensar sobre a vida e que incita sua curiosidade, por vários motivos. O que leva a passar páginas freneticamente e não conseguir largar o livro/eBook. Esse foi direto pros favoritos.

balanco-out-fumaca

Também comecei Feita de Fumaça e Osso, da Laini Taylor. Era o livro de “antes de dormir” que acabou sendo deixado de lado pelos meus horários ruins. Mas já estou quase na metade e devo falar sobre ele no próximo balanço.

3 livros e 2 quadrinhos comprados. 1 livro recebido por troca no Skoob.

Agora não me lembro exatamente da ordem de tudo isso. Então vou em qualquer ordem que achar melhor, falando primeiro de O Casamento da Princesa, décimo-primeiro (!) livro da série O Diário da Princesa, da Meg Cabot. Eu não sou muito fã dessa série. Gostei dos três primeiros, mas achei os sete seguintes bem chatos. Se não fossem da Meg, teria sido uma tortura. Mas, pra participar da sessão de autógrafos dela, eu tinha que ter um dos lançamentos, e todos eram da série da Mia. E, já que li os outros dez, por que não continuar? Devo ler agora em novembro mesmo.
Mas eu consegui falar pra Meg que na verdade DP “não era uma das minhas preferidas” e por isso levei os primeiros de A Mediadora e Airhead junto, e ela ameaçou voltar pra cá pro lançamento do próximo da Suze Simon, então tá mais que valendo. Vou colocar foto com ela MAIS UMA VEZ, porque a Record liberou uma versão um pouco melhor das fotos do evento. A resolução está bem superior, mas as cores, ainda péssimas. Não sei se era problema de câmera, iluminação ou fotógrafo, mas tem algo bem errado.

meg-mq

Também comprei Por Lugares Incríveis, da Jennifer Niven. Ouvi falar bastante do livro, vi muitas recomendações por aí, e ele estava bem barato. Acabei comprando junto com Silêncio – Parte 1, quadrinho do Batman que inicia a série de colecionáveis de banca da DC. E, ainda na DC, a compra depois disso foi o volume 2 da Arlequina, que FINALMENTE saiu.
Por último, mas não menos importante… Quem Vai Ficar Com Morrissey?, do Leandro Leal. Já queria ler esse livro há um tempinho, desde que minha amiga recomendou, e pela primeira vez vi o preço baixar de 30-40 reais pra 20 em uma promoção da IdealShop. Não perdi a chance. E aproveitei o crédito que tinha no Skoob pra pegar Escondida, milésimo décimo da série House of Night, que não aguento mais, mas não consigo não continuar. TÁ CHEGANDO O FIM!

balanco-out-compras-etc

balanco-out-compras-autografo

Progresso no Desafio Literário

Nenhum. Absolutamente nenhum dessa vez. Que horrível.

No mais…

Mais séries voltaram!
Flash está absolutamente maravilhosa.
Arrow, um pouco menos, mas ainda maravilhosa – especialmente porque Emily Bett Rickards e Felicity Smoak estão reinando e carregando aquela série.
Jane The Virgin fica cada vez melhor e você tem que assistir.
• De Gotham eu já falei antes, mas nunca é o suficiente: VEJA GOTHAM, PELO BEM DA SUA VIDA.

Também saiu o último episódio de Life is Strange, jogo da francesa Dontnod publicado pela Square Enix. QUE. JOGO. Pretendo falar direito sobre ele por aqui quando conseguir me organizar, mas, por enquanto, deixo um trailer.

Anúncios

Obrigada por ler! Não quer deixar um comentário, não? :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s