Dixit


Já que já falo de jogos por aqui, por que não incluir os de tabuleiro e cartas? Vou começar com esse divertidíssimo que, apesar de ser bem conhecido e estar há um tempo por aí, só fui jogar esse mês. Porque ele é uma indicação que não tem erro MESMO.

Dixit é um jogo de cartas criado por Jean-Louis Roubira e publicado pela empresa francesa Libellud (a mesma do Seasons). No Brasil, saiu pela maravilhosa Galápagos. Por aqui, a versão base do jogo custa R$ 139,90 em média.
Pra constar: o jogo das fotos é de um amigo meu, já que ainda não tenho. Ele comprou nos EUA, durante o intercâmbio, e um dos motivos foi que a única hora em que o idioma faz diferença é na leitura das regras. Durante as partidas, não há nada a ser lido.

Dixit-boxes

Ok, mas continuando: dizer que é um jogo de cartas não é muita descrição. Afinal, entre outros maravilhosos e famosos temos UNO, Monopoly Deal e Munchkin, por exemplo. Bem diferentes entre eles. Eu diria que fisicamente ele se aproxima mais do Munchkin, em especial o Munchkin jogado com tabuleiro de níveis. As peças do Dixit são: cartas (muitas, muitas cartas), coelhos de madeira (um para representar cada jogador), fichas (das cores dos coelhos) e um tabuleiro pequeno para registrar os pontos. Os jogadores competem entre eles e a condição de vitória é chegar antes aos 30 pontos.

A caixa aberta com as peças todas e o tabuleiro.
A caixa aberta com as peças todas e o tabuleiro.

Parece simples, e realmente é. É um “jogo de entrada”, como dizem. Também é muito divertido assim que você pega o jeito – o que não demora nem duas rodadas pra acontecer. Não à toa, é um jogo que, antes de eu conhecer, já tinha entrado nos favoritos dos meus amigos, dos irmãos deles e dos amigos dos irmãos, desde pessoas que não jogam nem Candy Crush a pessoas que perderam a vida pro The Witcher 3. É o tipo de jogo que, em uma reunião de amigos, tem, além dos jogadores, 6 pessoas em volta da mesa observando.

Como funciona

Funciona assim: cada jogador (cada partida pode ter 3-6 deles) recebe seis cartas fechadas. [carta fechada = a que não se pode mostrar aos outros] Ele também deve escolher uma cor, que será a mesma do seu coelho no tabuleiro e das fichas à sua frente. Mas, voltando às cartas: a única coisa que cada uma delas tem é uma ilustração BEM DA MALUCA. Algumas delas fazem sentido, algumas delas têm um pedaço que faz sentido, outras nem isso. E o seu objetivo é dar dicas sobre essas cartas aos outros jogadores, para que eles adivinhem qual é a sua.
As dicas podem ser, pelo que eu entendi:
• uma palavra ou um nome próprio
• uma frase (não um amontoado de palavras, uma frase mesmo, com sentido completo)
• o título ou uma frase de um filme/uma série/um livro/um jogo/uma música
E nós (quase) sempre usamos filmes.

Algumas das cartas ilustradas.
Algumas das cartas ilustradas.

Até aí, por mais loucas que sejam as imagens, não é nada tão distante de um Imagem e Ação ou Perfil da vida. O grande “porém” do Dixit é que a sua dica não pode ser boa demais nem ruim demais. “Como assim?”, você me pergunta. VEJA BEM…
A adivinhação dele funciona da seguinte maneira: você coloca a carta (a mesma sobre a qual foi sua dica) virada para baixo no centro da mesa. Depois disso, cada um dos outros jogadores deve pegar a carta na mão dele que mais se parecer com a sua dica e, também, colocá-la virada para baixo no centro da mesa. Quando todos tiverem feito isso, a pilha será embaralhada e todas as cartas dispostas viradas para cima. E aí todos que não forem o “jogador da vez” (“active player”) devem usar as fichas coloridas que receberam para registrar seu palpite sobre qual é a carta do jogador da vez. Se todos acertarem ou se ninguém acertar, o jogador da vez não ganha nenhum ponto. Então a sua dica tem que ser sempre boa o suficiente para alguém acertar, mas ruim ou enigmática o suficiente para que nem todo mundo acerte. E dosar isso é o maior desafio do jogo.

EXEMPLO: eu tinha uma carta com uma cabra gigante. Minha dica foi “I Knew You Were Trouble”.

Minha irmã acertou. O namorado dela errou. Nós duas ganhamos pontos.

Enquanto isso, o trabalho de todos os outros jogadores que não forem o “jogador da vez” é confundir os oponentes com uma carta que se pareça com a dica.

EXEMPLO: amigo X tinha uma carta com uma mulher de duas cabeças e cabelos esvoaçantes voando sobre a água ou algo do tipo. A dica dele foi “medusa”. Mas o amigo Y tinha uma carta com uma mulher com cobras na cabeça. Todos votamos na dele. Amigo Y foi o único que acertou a do amigo X e ganhou 7 pontos nessa brincadeira.

Simulação bem mais ou menos de uma votação.
Simulação bem mais ou menos de uma votação.

Dixit-rules-example

Os detalhes certinhos da pontuação você pode encontrar nas regras (que são bem detalhadas e cheias de exemplos, como dá pra ver na última foto acima) e no tabuleiro, que vêm junto com o jogo base. E eu chamo de “jogo base” porque, ao longo dos anos, o Dixit acumulou mais umas duas versões e quatro expansões, que você pode ver detalhadamente no site da Libellud. É bom que elas existam porque as cartas se repetem muito depois de um tempo, e as novas representam novos desafios. O do meu amigo, que é o que eu joguei e esse aí das fotos, é uma combinação do jogo base com as expansões Dixit 4 – Origins e Dixit 5 – Daydreams.

Peças

Jogo base:
• 84 cartas gigantes com ilustrações
• 1 tabuleiro ou trilha de pontos (depende da edição)
• 36 fichas de votação (6 de cada cor)
• 6 coelhos de madeira (1 de cada cor)
• 1 livro/folha de regras

Mostrando de perto as fichas brancas e o coelho branco.
Mostrando de perto as fichas brancas e o coelho branco.

Cada expansão:
• 84 cartas gigantes com ilustrações

Caixas lindas das expansões.
Caixas lindas das expansões.

No mais…

O Dixit ganhou, em 2009-2010, Jogo do Ano na França, na Espanha, na Alemanha e na Finlândia. Também foi finalista da categoria nos Países Baixos e na Polônia. Nos EUA, foi escolhido como o melhor “party game” (para jogar “com a galera”, digamos) e, em Portugal, como o melhor jogo “para iniciantes”. E ele acumulou mais prêmios, da Bélgica ao Québec, sendo mais de 18 ao todo.
Sério, minha gente, vale a pena.

Também preciso acrescentar que fica muito mais fácil o jogo com três pessoas, pela chance de acertar a carta. Com três pessoas, você tem que adivinhar entre três cartas e uma delas sempre será a sua. Ou seja, a probabilidade de acertar a carta é de 50% (1 certa entre 2 possíveis). Com seis pessoas, o máximo possível, a probabilidade cai para 20% (1 certa entre 5 possíveis), ficando mais competitivo e divertido, além de poder fazer mais pontos por rodada, tornando a partida ainda mais rápida.

Dixit-board-example

E aí, já jogou Dixit? Consegui passar direitinho o jogo? :)

Anúncios

Obrigada por ler! Não quer deixar um comentário, não? :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s