The All-American Rejects – When The World Comes Down (2008)


Um dos meus álbuns preferidos, de uma das minhas bandas preferidas, que junto com Offspring, Taylor Swift e Lady GaGa ownava meus charts do Last.fm lá pra 2008-09.
Você provavelmente os conhece. Digo “provavelmente” porque nunca se sabe, mas um de seus maiores sucessos, Dirty Little Secret, do álbum anterior Move Along, já foi trilha sonora de aproximadamente 134231 filmes/séries.
Então, em 2008, após três anos de Move Along e sendo um dos álbuns mais aguardados daquele ano, When The World Comes Down não decepciona. E só agora, depois que ele entrou no aproximado centésimo repeat no carro em três meses de comprado, é que resolvo finalizar e postar isso.

Não sei ao certo por que não trouxe esse cd na única vez em que saí do país. Afinal, minha ida à Disney foi ainda em 2009. Acredito que tenha sido por causa da enorme lista de coisas Taylor Swift-related que ia trazer, que me fez deixar outras coisas pra trás, mas não tenho certeza. Pode ter sido porque não achei. De qualquer forma, consegui que minha amiga o trouxesse pra mim de uma viagem que fez agora no meio de 2013. ♥ Ela não conhecia a banda, mas encontrou o cd e gostou muuuito quando ouviu. [“Se soubesse que era bom assim, teria procurado outro, pra mim também.”] Meu namorado também não conhecia e voltou pra casa viciado. Indicação: o álbum funciona muito melhor tocando no som do carro, no volume mais alto possível que não te deixe surdo. A desvantagem: você vai ter que ser muito bom de ouvido, ou se equipar com Shazam no celular, ou esperar chegar em casa pra pegar as letras, pois o encarte não vem com elas. Agora às músicas.

Começa com a animada-viciante I Wanna, terceiro single do álbum. E começa BEM. De primeira, já se tornou uma das minhas preferidas. Um amigo costuma dizer que ela é a melhor coisa que os Rejects já fizeram. Então vem Fallin’ Apart. Essa coisa linda e feliz é uma das que volto assim que acaba, por não conseguir ouvir uma vez só. E o refrão é GRANDE. Não de tempo, mas de grandeza mesmo. Pode ser o efeito do coral e do violino. O forte de Damn Girl é a bateria, especialmente no refrão. Impossível não se ver batucando [no volante, vivendo perigosamente, mas com uma mão só, pra não viver tão perigosamente assim] depois de ouvir algumas vezes. Comigo, acontece o mesmo que com a música anterior: muitas repetições.
A quarta faixa e primeiro single, Gives You Hell, pode até não ser mais minha preferida, mas é impossível não cantar. Sem dúvida, o maior sucesso do álbum, ela foi até cantada pela Lea Michele em Glee, no episódio Hell-O, da primeira temporada. Tanto a letra quanto a melodia (e, principalmente, o clipe) levam para o lado da comédia. Não, Mona Lisa não é a mesma música do Panic! At The Disco. A baladinha é o que dá nome ao álbum [já que o refrão é “You can sit beside me when the world comes down/If it doesn’t matter then just turn around/We don’t need our bags and we can just leave town/You can sit beside me when the world comes down“] e toda na base da voz+violão. Os outros instrumentos ficam bem sutis e isso só deixa a música mais linda. Breakin’ mexe com efeitos nos vocais de apoio, também diminui no pré-refrão e explode no refrão, o forte dos Rejects, e funciona. Muito bem.
Another Heart Calls, uma das minhas preferidas de todos os tempos, tem participação da dupla The Pierces (♥), a mesma que canta a música de abertura de Pretty Little Liars. Começa acústica e baixa e vai crescendo aos poucos. A partir do segundo refrão, que é seguido por uns efeitos vocais meio ópera, Tyson e Catherine já estão ‘gritando’. Um pouco depois, você vai se pegar fazendo o mesmo. Real World é a música mais pesada do álbum, tem coral, tem elementos orquestrais, tem um refrão viciante e traz questionamentos na letra. Ainda me pergunto por que não dei tanto valor a ela na primeira vez que ouvi, porque é claramente uma das melhores.  (observação #1 do namorado recém-viciado: “Esse cd é todo bom, mas Real World é outro nível”)
Back to Me TOCOU EM VAMPIRE DIARIES! E foi um dos motivos de ter continuado a ver a série. Acho que é a faixa em que mais noto o teclado, mas o destaque fica na guitarra e naquele solo legal. Believe é aquela música empolgante que tem muita cara de abertura de série. A parte engraçada? Uma parte dela realmente lembra o começo da primeira abertura do anime Reborn (observação #2 do namorado recém-viciado: “Sabe por que parece abertura de série? Porque é igual à primeira abertura de Reborn.”)The Wind Blows, segundo single, talvez seja a que eu menos gosto no álbum. Mas isso não quer dizer que não tenha crescido no meu gosto depois de um tempo… e os críticos adoraram, até comparando às trilhas dos filmes do John Hughes nos anos 80 (lembrei de Easy A). A faixa oculta Sunshine (que não é tão oculta assim no meu cd), é a melhor balada daqui. Talvez porque, mesmo tendo vários instrumentos diferentes, ainda mantém o clima leve.

13/10 with honors! É totalmente Rejects, mas totalmente diferente. Como assim? Bom… pode-se dizer que eles inovam ao mesmo tempo que não saem tanto do estilo dos álbuns anteriores. Acho esse o melhor álbum da banda, apesar de adorar os outros. Exceto o Kids in the Street. Ainda não me acostumei com o som dele, meio que me decepcionou depois de uma coisa tão linda quanto o When The World Comes Down, mas passa longe de ruim.

Destaques:
01. I Wanna
02. Fallin’ Apart
03. Damn Girl
07. Another Heart Calls
08. Real World
[#] Sunshine

Gives You Hell

Gives You Hell (versão alternativa, lançada mais tarde)

The Wind Blows (versão 1)

The Wind Blows (versão 2)

I Wanna (versão alternativa lançada antes)

I Wanna

BONUS: Another Heart Calls, ao vivo, com as Pierces

Anúncios

Um comentário em “The All-American Rejects – When The World Comes Down (2008)

Obrigada por ler! Não quer deixar um comentário, não? :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s