Suzanne Collins – The Hunger Games Series


Esses dias, eu reli toda a série The Hunger Games, da Suzanne Collins, que é assumidamente minha preferida. Li na review de algum dos blogs que visitei essa semana que relendo você se sente tão impotente quanto os cidadãos de Panem, incapaz de fazer qualquer coisa. E é verdade. Acho que foi por isso que enrolei por DIAS pra terminar de ler Mockingjay pela segunda vez. E eu percebi que, apesar de ter falado dos livros em todo lugar possível, mandando todo mundo ler, nunca fiz uma ‘crítica’ propriamente dita. Eis que, na falta do que postar… por que não?

A série tem três livros: The Hunger Games (Jogos Vorazes), Catching Fire e Mockingjay. Nos EUA, foram publicados pela Scholastic. O primeiro em 2008, o segundo em 2009 e o terceiro em 2010. No Brasil, a tradução sai pela Rocco, com o primeiro (Jogos Vorazes) lançado em 2010 e o segundo (Em Chamas) previsto para o primeiro semestre de 2011.
Update: Em Chamas foi lançado em Maio. Mockingjay se chamará por aqui A Esperança (I know! Mas o que podemos fazer, né?), e sai provavelmente em Setembro de 2011.
Os direitos de adaptação para o cinema foram comprados pela Lionsgate. O diretor será Gary Ross, e a própria Suzanne Collins fez a primeira versão do roteiro adaptado. Jennifer Lawrence (Winter’s Bone) foi anunciada como protagonista, mas o resto do elenco ainda não foi decidido (ou divulgado, pelo menos). O lançamento está previsto para Março de 2012.
Outra update: Ao que parece, todo o elenco já foi decidido. Fotos do elenco principal podem ser vistas aqui.

Comecei a ler por indicação/intimação/whatever de um amigo. Um dia, lá no começo de 2009, ele chegou na nossa aula do FCE falando que aquele era provavelmente o melhor livro que já leu. Não li a sinopse, só soube que eram 24 adolescentes jogados em uma arena pra se matar e que os jogos propriamente ditos só começavam a partir da metade do livro. Mas comecei a ler imediatamente e, na aula seguinte, já tinha devolvido. Não lembro se a “aula seguinte” foi 2 ou 5 dias depois, mas enfim… foi rápido. Rapidamente se tornou meu livro preferido, ou pelo menos um deles. Quando vi que Catching Fire estava na pré-venda no Amazon, pedi junto com The Hunger Games, e… não vou falar sobre isso DE NOVO.

Série
A série se passa num futuro pós-apocalíptico, em uma nação chamada Panem, que se ergueu sobre as ruínas do que era a América do Norte. Há uma Capital e treze distritos controlados por ela. Os distritos fornecem todos os tipos de bens para a Capital, baseado no que é sua principal atividade, desde produção de carvão (Distrito 12) a pesca (Distrito 4). São obrigados a dar os bens para a capital, e não podem desobedecer às regras impostas.
Em um determinado momento, citado no livro como “Dark Days”, o Distrito 13 inicia uma rebelião. Ele acaba obliterado, e todos os outros são derrotados. Então, há um tratado (Treaty of Treason), feito para impedir que essa época de rebelião se repita. Uma das regras desse novo tratado é um reality-show feito anualmente, chamado The Hunger Games. Dele participam dois adolescentes (12 a 18 anos) de cada um dos distritos, um garoto e uma garota, que são sorteados. Eles vão para uma arena secreta montada na Capital, que pode ter qualquer tipo de armadilha mortal, e têm que lutar uns com os outros. Só um pode sair vivo no fim. Este é o vencedor e terá, em oposição à situação de miséria em que os distritos se encontram, uma vida de riqueza e conforto (e memórias terríveis).
Quando completam 12 anos, os adolescentes têm seu nome inscrito uma vez no sorteio automaticamente. Mas as pessoas mais pobres têm mais chances de participar dos jogos. Eles podem, a partir dos 12 anos, pedir comida extra ao governo, mas isso causará mais uma adição de seu nome no sorteio.

The Treaty of Treason gave us new laws to guarantee peace and, as our yearly reminder that the Dark Days must never be repeated, it gave us the Hunger Games.
The rules of the Hunger Games are simple. In punishment for the uprising, each of the twelve districts must provide one girl and one boy, called tributes, to participate. The twenty-four tributes will be imprisoned in a vast outdoor arena that could hold anything from a burning desert to a frozen wasteland. Over a period of several weeks, the competitors must fight to the death. The last tribute standing wins.
(The Hunger Games, pg. 18)

Livro #1: The Hunger Games
É apresentada Katniss Everdeen, a protagonista e narradora. Ela tem 16 anos e vive com a mãe e a irmã de 12 anos, Primrose, em um dos locais mais pobres do Distrito 12, que por sua vez é provavelmente o mais pobre e esquecido de Panem. Seu melhor amigo é Gale Hawthorne, de 18 anos, que vive com a mãe e os irmãos. Os dois perderam os pais no mesmo acidente, há alguns anos, e saem escondidos para caçar aos domingos, depois indo trocar as aquisições pelo comércio da cidade para alimentar suas famílias.
A irmã mais nova de Katniss, Prim, contraria todas as chances quando, com apenas uma entrada para seu nome, é sorteada para participar dos Hunger Games. Katniss então se voluntaria para ir em seu lugar. O outro tributo sorteado é Peeta Mellark, o filho do padeiro. Katniss o conhece da escola e, apesar de nunca terem conversado, ela sente como se praticamente devesse a vida a ele por uma situação do passado. Isso a coloca em uma situação difícil quando percebe que talvez tenha que matá-lo.
A primeira parte do livro (The Tributes) apresenta a história de Panem e a da protagonista, além das histórias dos personagens secundários não menos interessantes, desde o mentor bêbado Haymitch ao estilista visionário Cinna e a filha do prefeito Madge. Também narra o período até que os jogos comecem de verdade. A preparação física, o embelezamento para ganhar patrocinadores, a personalidade que cada um tem de assumir para as câmeras, as estratégias de vitória.
A segunda parte (The Games) mostra os primeiros dias de Katniss na Arena: alianças e inimigos, mortes e sobrevivência, usar a lógica, saber manipular os patrocinadores. A terceira (The Victor) começa depois de uma mudança inesperada nas regras e narra os últimos dias na Arena e os que seguem os jogos.

Livro #2: Catching Fire
Começa a se passar seis meses depois do primeiro, na chamada Victory Tour, que Katniss e Peeta têm que fazer por terem sido os vencedores do 74th Annual Hunger Games.
O problema? O presidente Snow não está nada satisfeito com os dois terem sobrevivido, muito menos convencido sobre a historinha de “amantes desafortunados”. Katniss tem que convencê-lo que o suicídio duplo que eles tentaram cometer na arena não foi um ato de rebelião contra a Capital, para não parecer que incentiva as revoltas que parecem querer ocorrer em vários dos distritos. Mas, aparentemente, elas podem muito bem ser iniciadas sem a ajuda dela… algo que o presidente parece saber, mas ignora a ponto de continuar tendo controle de Katniss e Peeta.
E os 75th Annual Hunger Games, a próxima edição, são um Quarter Quell, edição especial dos jogos que ocorre a cada 25 anos. O Quarter Quell sempre tem uma peculiaridade nas regras, como mandar o dobro de tributos à arena. E neste, em especial, os tributos devem ser sorteados entre os vencedores anteriores. Isso significa que tanto Katniss quanto Peeta acabam voltando para a Arena.

Livro #3: Mockingjay
Aqui a coisa muda. Ok, não tanto assim, já que a série muda gradualmente mantendo um mesmo padrão. Mas Mockingjay é brutal. Narra uma guerra com detalhes nada comuns em livros YA. Também é triste, e tem que ser. Há muitas mortes, o que é comum em uma guerra, mas não significa que as alivia.
Mockingjay começa com Katniss andando pelas cinzas do que costumava ser o Distrito 12. É uma visita que seu mentor Haymitch e as outras autoridades do Distrito 13 a permitiram fazer. O Distrito 13 não está obliterado, mas, na verdade, embaixo da superfície. São muitos andares subterrâneos, auto-suficiência, e uma rigidez que talvez seja maior até que a da Capital.
Katniss foi resgatada por uma das aeronaves deles durante os 75th Annual Hunger Games, enquanto Gale resgatava quem conseguia do Distrito 12 em meio a um bombardeio que destruiu o lugar. Aparentemente, cada passo desde as alianças no Quarter Quell às ações dos outros vencedores que pareceram estranhas na arena foi planejado. Porque Katniss é essencial para a rebelião. O rosto dos rebeldes. E eles precisavam mantê-la viva, precisando, para isso, manter Peeta vivo também. Mas, na hora do resgate, ele não teve a mesma sorte, e parece estar do lado da Capital na história.

Highlights
Os três livros estão entre os meus preferidos de todos os tempos e, com certeza, entre os melhores que já li (já falei isso? HAISHAOSIHAIOS). Por uma pequena margem, o segundo é meu preferido. Não sei por que exatamente, não tenho um motivo definido, mas talvez seja por ser justamente o intermediário. É onde as teorias de conspiração são apresentadas, mas não confirmadas ou descartadas.
É uma série que tem, como eu falei antes, personagens secundários tão interessantes quanto os principais, ou até mais. Meu destaque, além de Katniss, Peeta e Prim, para Haymitch, o mentor bêbado irritantemente brilhante, Cinna, o estilista que se torna um dos poucos amigos verdadeiros da Katniss, Madge, que dá um símbolo à rebelião, e Finnick, o vencedor do Distrito 4 que tem a velha fachada de bonitão-convencido.

Anúncios

2 comentários em “Suzanne Collins – The Hunger Games Series

Obrigada por ler! Não quer deixar um comentário, não? :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s